AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sábado, 10 de junho de 2017

Terroristas que se prezam deixam sempre assinatura...

Terroristas que se prezam deixam sempre assinatura...

Documentos de identificação descobertos no rastro de ataques terroristas – Manchester, Berlim, Paris, Nice, Londres, Nova York
Michel Chossudovsky
Este artigo faz a revisão do “misterioso” fenómeno dos documentos de identificação e passaportes que são rotineiramente descobertos (muitas vezes no entulho) junto a suspeitos de terrorismo após um ataque terrorista.
Na maior parte dos casos, o alegado suspeito já era conhecido das autoridades.
Segundo os governos e informações dos média, os referidos suspeitos são, sem exceção, ligados a uma entidade filiada à Al Qaeda.
Nenhum destes suspeitos de terrorismo sobreviveu. Homens mortos não falam.
No caso dos eventos trágicos de Manchester, o cartão bancário do alegado bombista suicida Salman Abedi foi encontrado no seu bolso, após a explosão.
Legitimação das narrativas oficiais? O Reino Unido é tanto uma “vítima do terrorismo” como um “Estado patrocinador de terrorismo”. Sem exceção, os governos de países ocidentais que são vítimas de ataques terroristas têm apoiado, direta ou indiretamente, o grupo de organizações terroristas Al Qaeda – incluindo o chamado Estado Islâmico (ISIS), o qual é alegadamente responsável por perpetrar estes ataques terroristas. Como está amplamente documentado, a Al Qaeda é uma criação da CIA.
Abaixo está uma revisão das circunstâncias e provas respeitantes aos passaportes e documentos de identificação descobertos após ataques terroristas selecionados, com links para artigos do Global Research e informações dos media (2001-2017) – esta lista não é de modo algum exaustiva.


Do 11/set em Nova York, à Manchester de maio/2017 – em ordem cronológica inversa
O ataque terrorista de Manchester, maio/2017


2
Suspeito da bomba de Manchester dizem ter ligações à Al Qaeda...1 NBCNews.com, 23/maio/2017, Manchester, Inglaterra — Salman Abedi, o britânico de 22 anos... num ataque bombista suicida, tinha ligações à Al Qaeda e havia recebido treino terrorista... foi identificado por um cartão bancário descoberto no seu bolso na cena do...
Ataque de Manchester como ricochete (blowback) do Mi6?2
Por Evan Jones, 26/maio/2017

“Um cartão bancário foi convenientemente descoberto no bolso do... O Daesh responsabilizou-se pelo ataque de Manchester, mas sem...”.

MANCHESTER, Inglaterra – Salman Abedi, o britânico de 22 anos que se acredita ter morto 22 pessoas num ataque bombista suicida3, tinha ligações à Al Qaeda e havia recebido treino terrorista no exterior, informou quinta-feira um responsável da inteligência dos EUA à NBC News, quando o Reino Unidos aumentou seu nível de ameaça terrorista para a categoria mais alta.
O responsável da inteligência dos EUA, o qual tem conhecimento direto da investigação, diz que Abedi, cuja família é de ascendência líbia, foi identificado por um cartão bancário descoberto no seu bolso na cena da explosão após um concerto de Ariana Grande na Manchester Arena. A identificação foi confirmada por tecnologia de reconhecimento facial, disse o responsável.
Abedi havia viajado para a Líbia nos últimos 12 meses, um dos múltiplos países que visitou, disse o responsável. E apesar de ter “ligações claras à Al Qaeda”, acrescentou o responsável, Abedi também podia ter conexões a outros grupos.
Nenhuma imagem do alegado cartão bancário está disponível.
Ironicamente, o suspeito Abedi foi primeiramente identificado por Washington, ao invés da polícia e segurança do Reino Unido. Como é que eles podiam saber quem era o culpado três horas após a explosão? Segundo Graham Vanbergen4:
Nas primeiras horas da manha de 23 de maio – aproximadamente 02:35 BST5, a NDTV6 via The Washington Post declarava bastante categoricamente que: “Responsáveis estado-unidenses, falando na condição de anonimato, identificaram o atacante como Salman Abedi. Eles não forneceram informação acerca da sua
1 http://www.nbcnews.com/storyline/manchester-concert-explosion/manchester-bomb-suspect-said-have-had-ties-al-qaeda-terrorism-n763691.
2 http://www.globalresearch.ca/manchester-attack-as-mi6-blowback/5591968.
3 http://www.globalresearch.ca/wp-content/uploads/2017/05/Screen-Shot-2017-05-26-at-12.11.21.png.
4 http://www.globalresearch.ca/manchester-bombing-what-we-dont-know/5591844.
5 https://en.wikipedia.org/wiki/British_Summer_Time.
6 http://www.ndtv.com/world-news/manchester-bombing-suspect-identified-us-officials-say-isis-claims-responsibility-1697456.
3
idade ou nacionalidade e responsáveis britânicos não quiseram comentar acerca da identidade do suspeito”.
Isto foi publicado no momento em que a polícia e os serviços de segurança britânicos estavam a recusar-se a fazer quaisquer declarações acerca de quem pensavam que fossem os perpetradores, porque naquele momento eles estavam a tratar das consequências imediatas do evento.
O ataque terrorista de Berlim com camião, Dezembro/2016
O suspeito terrorista do camião em Berlim e a curiosa questão dos documentos de identificação deixados atrás de si
Por WhoWhatWhy, 22/dezembro/2016

O suspeito do ataque terrorista com camião e a curiosa questão dos documentos de identificação deixados atrás de si. Por WhoWhatWhy. Global Research, 22/dezembro/2016. Who What Why 21….:
Os documentos de identidade do suspeito foram encontrados dentro do camião utilizado no ataque de segunda-feira num mercado de Natal, o qual resultou em 12 mortos, disseram responsáveis alemães da segurança.
O suspeito era conhecido dos serviços de segurança alemães como alguém em contacto com grupos islâmicos radicais e havia sido avaliado como apresentando um risco, informou o ministro da Westphalia a Norte do Reno, Ralf Jaeger, a repórteres.

4
O ataque terrorista de Nice, julho/2016 Fonte: Daily Mail, 15/julho/2016

O ataque terrorista de Nice: Rumo a um estado permanente de Lei Marcial em... o alegado perpetrador está morto e convenientemente deixou seus documentos de identidade atrás de si.
Nice, Massacre de 14 de julho: Rumo à Lei Marcial? O Estado Islâmico (ISIS-Daesh) assume responsabilidade?
Por Peter Koenig , 15/julho/2016
De acordo com Peter Koenig em relação ao ataque terrorista de Nice:
Durante a celebração noturna do Feriado Nacional Francês, cerca das 23 horas, um camião veloz acometeu violentamente uma multidão de milhares de pessoas que assistiam aos fogos de artifício ao longo do Boulevard Anglais mediterrânico. O condutor do camião estava simultânea e indiscriminadamente a atirar-se à multidão. Ele conseguiu andar cerca de 2 quilómetros antes de ser travado pela polícia, a qual instantaneamente disparou e matou-o.
Um horrendo ataque terrorista, matando multidões de pessoas, propagando sofrimento, miséria, medo e ultraje em França, na Europa – no mundo todo. Todas as indicações assinalam o Grande Roteiro (Big Script) de mais um ataque de falsa bandeira, mais uma vez em França.
O jovem condutor do camião foi identificado como um francês de 31 anos, residente em Nice, com origens tunisinas. Como nos casos anteriores, por "coincidência" seus documentos de identidade foram encontrados no camião.

5

O jovem foi morto instantaneamente pela polícia. Os mortos não podem falar. Um padrão já bem conhecido.
Ataque terrorista ao Charlie Hebdo, em Paris, janeiro/2015
A polícia encontrou o documento de identificação de Said Kouachi na cena do tiroteio no Charlie Hebdo. Será que isto soa familiar?
Por Dr. Paul Craig Roberts , 10/janeiro/2015

"De acordo com o noticiário, a polícia encontrou o documento de identidade de Said Kouachi na cena do tiroteio no Charlie Hebdo. Será que isto soa familiar? Recordem: as autoridades afirmam terem encontrado o passaporte intacto de um dos alegados sequestradores do 11/set entre as maciças ruínas pulverizadas das Torres Gémeas".
Ataque terrorista do Bataclan, Paris, novembro/2015
Os ataques terroristas do 11/set e de Paris: "Provas" semelhantes tornam-se suspeitas

Por Timothy Alexander Guzman, 20/novembro/2015
O Estado Islâmico (ISIS/ISIL) declarou ser responsável pelos ataques mais recentes em Paris, tal como o fez a Al Qaeda que também se responsabilizou pelo 11/set. ... Contudo, há semelhanças entre os ataques terroristas em Paris e na cidade de Nova York no 11 de Setembro.
Primeiro, os passaportes sírio e egípcio de dois dos bombistas suicidas foram encontrados na cena do ataque no estádio na parte norte da cidade. Mesmo depois de ambos os terroristas detonarem seus dispositivos explosivos, os seus passaportes ainda foram encontrados.
Isto traz-nos de volta aos ataques terroristas do 11 de setembro, em que responsáveis dos EUA recuperaram um passaporte intacto a uns poucos quarteirões do World Trade Center, pertencente a um dos sequestradores.
Passaportes mágicos recorrentes: O passaporte sírio alegadamente descoberto no bombista suicida de Paris
Por 21st Century Wire , 14/novembro/2015

No contexto do inquérito acerca dos massacres de Paris, um passaporte sírio (imagem à esquerda) foi encontrado junto a um dos bombistas kamikazes do Stade de France. Depois de ser apontado pelo presidente Hollande como responsável pelos ataques, o Estado Islâmico afirmou que havia engendrado a carnificina. O executivo francês, que já havia declarado pretender entrar em acção na Síria, alegadamente contra o ISIS, mas realmente contra Bachar El Assad, o qual “tinha de ir”, encara isto como uma pista significativa que incentiva sua expedição militar.

6

Ataque terrorista de Londres, 7/julho/2005
As explosões londrinas de 7/Julho e a Operação “Stepford Four” do MI5: Como as explosões de Londres em 2005 transformaram todo muçulmano num "suspeito de terrorismo"
Por Karin Brothers , 26/maio/ 2017
Na terça-feira, 12 de julho, a esposa de Lindsay, Samantha Lewthwaite, telefonou à polícia para informar o desaparecimento do seu marido Germaine ("Jamal"). A polícia investigou a sua casa imediatamente. No dia seguinte, 14 de julho, a polícia anunciou que tinha o documento de identificação de Lindsay e que ele era o quarto bombista. Lewthwaite ficou incrédula e recusou-se a acreditar na acusação sem prova do DNA. A identificação da polícia foi espantosa porque eles tinham estado a afirmar que todos os suspeitos pareciam paquistaneses; não havia maneira de alguém poder confundir o grande e negro Lindsay com um asiático. Para o que a polícia estivera a olhar?
Ataques terroristas do 11/set: 11/setembro/2001
Será que a América foi atacada por muçulmanos em 11/set?
Por David Ray Griffin , 11/setembro/2016
A verdade do 11/Set e o inquérito conjunto do Congresso: 28 páginas de orientação errada sobre o papel da Arábia Saudita
Por Dick Atlee e Ken Freeland , 11/setembro/2015
Durante anos o movimento 9/11 Truth (9TM) esteve a implorar em vão ... ao agente do FBI Dan Coleman para que explicasse como o passaporte do sequestrador do 11/set ...
Contradições do 11/Set: o Mitsubishi de Mohamed Atta e sua bagagem
Por David Ray Griffin , 09/maio/2008
Contradições do 11/Set: o Mitsubishi de Mohamed Atta e sua bagagem ... Ele também continha um passaporte saudita, uma carta internacional de condução, ...
“Na versão oficial do 11/set o FBI afirmou que havia encontrado o passaporte incólume de um dos pilotos próximo a uma das torres que haviam sido reduzidas a cinzas pelas explosões, cujo calor fundira mesmo o aço das colunas na estrutura dos edifícios. O crash do quarto avião perto de Shanksville também rendeu um passaporte o qual, embora ligeiramente queimado, ainda permitiu ler o primeiro nome e o sobrenome e ver a sua foto de identificação. Isto é o mais perturbante de tudo pois nada restou na cratera, nenhuma parte do avião ou das pessoas que nele viajavam, só este passaporte parcialmente queimado.
Confirmado por Dan Rather, da CBS News: “um transeunte encontrou o passaporte de um dos sequestradores” na rua, apenas horas depois dos

7

ataques do 11/set. (Vídeo aos 1'.23'').
Segundo Who What Why :

O [documento] de Visto (Visa) de Satam al-Suqami : Este documento de identidade de um dos alegados sequestradores do 11/set de algum modo sobreviveu incólume a uns poucos quarteirões das Torres Gémeas, embora o próprio avião fosse virtualmente aniquilado.
Os passaportes pertencentes a Ziad Jarrah e Saeed al-Ghamdi: os passaportes dos dois alegados sequestradores do Voo 93 da United Airlines supostamente sobreviveram ao crash ardente na Pennsylvania que deixou o próprio avião carbonizado e amplamente disperso – com um passaporte inteiramente intacto.

8

Passaporte de Saeed al-Ghamdi
Matéria para meditação
Podemos nós acreditar na narrativa oficial do governo?
Podemos nós acreditar nos média ocidentais?
27/maio/2017


O original encontra-se em http://www.globalresearch.ca/manchester-berlin-paris-nice-london-new-york-passports-and-ids-mysteriously-discovered-in-the-wake-of-terror-attacks/5592063

http://www.pelosocialismo.net


«O MEU CÃO (*)
«O meu perdigueiro “Ventoinha” (é aquela cegueira da cauda sempre a abanar) está para ali, num canto do quintal… triste como a noite.
«Que ninguém lhe liga - diz ele - que está cheio de saudades daquele senhor que quando chegava este dia falava do “Dia da Raça”… e os olhos vão-lhe ficando brilhantes e molhados…
«Tento consolar o pobre, tento explicar-lhe que não era da raça dele que o estropício falava… mas não adianta! Fica para ali… “cãobisbaixo”, no canto do quintal, ganindo muito baixinho.
«Eu não tenho cão, nem quintal… mas se tivesse, este 10 de Junho estaria a ser uma tristeza para ele.
«* Desculpe lá, António Gedeão!»

10 de Junho de 1580: Data provável da morte de Luís Vaz de Camões

10 de Junho de 1580: Data provável da morte de Luís Vaz de Camões

Nome: Luís Vaz de Camões

Nascimento: c.1524/1525

Morte: 10-6-1580
Poeta português, filho de Simão Vaz de Camões e de Ana de Sá e Macedo, Luís Vaz de Camões terá nascido por volta de 1524/1525, não se sabe exactamente onde, e morreu a 10 de junho de 1580, em Lisboa. Pensa-se que estudou Literatura e Filosofia em Coimbra, tendo tido como protector o seu tio paterno, D. Bento de Camões, frade de Santa Cruz e chanceler da Universidade. Tudo parece indicar que pertencia à pequena nobreza. 
Atribuem-se-lhe vários desterros, sendo um para Ceuta, onde se bateu como soldado e em combate perdeu o olho direito - perda referida na Canção Lembrança da Longa Saudade - e outro para Constância, entre 1547 e 1550, obrigado, diz-se, por ofensas a uma certa dama da corte.
Depois de regressado a Lisboa, foi preso, em 1552, em consequência de uma rixa com um funcionário da Corte, e metido na cadeia do Tronco. Saiu logo no ano seguinte, inteiramente perdoado pelo agredido e pelo rei, conforme se lê numa carta enviada da Índia, para onde partiu nesse mesmo ano, quer para mais facilmente obter perdão quer para se libertar da vida lisboeta, que o não contentava. 
Segundo alguns autores, terá sido por essa altura que compôs o primeiro canto de Os Lusíadas.
Na Índia parece não ter sido feliz. Goa dececionou-o, como se pode ler no soneto Cá nesta Babilónia donde mana.Tomou parte em várias expedições militares e, numa delas, no Cabo Guardafui, escreveu uma das mais belas canções: Junto dum seco, fero e estéril monte. Viajou de seguida para Macau, onde exerceu o cargo de provedor-mor de defuntos e ausentes, e escreveu, na gruta hoje reconhecida pelo seu nome, mais seis Cantos do famoso poema épico. Voltou a Goa, naufragou na viagem na foz do Rio Mecom, mas salvou-se, nadando com um braço e erguendo com o outro, acima das vagas, o manuscrito da imortal epopeia, facto documentado no Canto X, 128. Nesse naufrágio viu morrer a sua "Dinamene", rapariga chinesa que se lhe tinha afeiçoado. A esta fatídica morte dedicou os famosos sonetos do ciclo Dinamene, entre os quais se destaca Ah! Minha Dinamene! Assim deixaste.Em Goa sofreu caluniosas acusações, dolorosas perseguições e duros trabalhos, vindo Diogo do Couto a encontrá-lo em Moçambique, em 1568, "tão pobre que comia de amigos", trabalhando n'Os Lusíadas e no seu Parnaso, "livro de muita erudição, doutrina e filosofia", segundo o mesmo autor. 
Em 1569, após 16 anos de desterro, regressou a Lisboa, tendo os seus amigos pago as dívidas e comprado o passaporte. Só três anos mais tarde conseguiu obter a publicação da primeira edição de Os Lusíadas, que lhe valeu de D. Sebastião, a quem era dedicado, uma tença anual de 15 000 réis pelo prazo de três anos e renovado pela última vez em 1582 a favor de sua mãe, que lhe sobreviveu. 

Os últimos anos de Camões foram amargurados pela doença e pela miséria. Reza a tradição que se não morreu de fome foi devido à solicitude de um escravo Jau, trazido da Índia, que ia de noite, sem o poeta saber, mendigar de porta em porta o pão do dia seguinte. O certo é que morreu a 10 de junho de 1580, sendo o seu enterro feito a expensas de uma instituição de beneficência, a Companhia dos Cortesãos. Um fidalgo letrado seu amigo mandou inscrever-lhe na campa rasa um epitáfio significativo: "Aqui jaz Luís de Camões, príncipe dos poetas do seu tempo. Viveu pobre e miseravelmente, e assim morreu." 
Se a escassez de documentos e os registos autobiográficos da sua obra ajudaram a construir uma imagem lendária de poeta miserável, exilado e infeliz no amor, que foi exaltada pelos românticos (Camões, o poeta maldito, vítima do destino, incompreendido, abandonado pelo amor e solitário), uma outra faceta ressalta da sua vida. Camões terá sido de facto um homem determinado, humanista, pensador, viajado, aventureiro, experiente, que se deslumbrou com a descoberta de novos mundos e de "Outro ser civilizacional". Por isso, diz Jorge de Sena: "Se pouco sabemos de Camões, biograficamente falando, tudo sabemos da sua persona poética, já que não muitos poetas em qualquer tempo transformaram a sua própria experiência e pensamento numa tal reveladora obra de arte como a poesia de Camões é."
A 10 de junho, comemora-se o Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas.

Bibliografia: Os Lusíadas, 1572; Anfitriões, 1587; Filomeno, 1587; El-Rei Seleuco, 1645; Composições em medida velha; Composições em medida nova; Epístolas
Luís de Camões. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2011.
wikipedia (Imagens)

Ficheiro:Camões, por Fernão Gomes.jpg
O retrato de Camões por Fernão Gomes, em cópia de Luís de Resende. Este é considerado o mais autêntico retrato do poeta, cujo original se perdeu 

Ficheiro:Camões na prisão.jpg
Camões na prisão de Goa - Autor desconhecido
Ficheiro:Camoes - retrato de goa 2b.jpg
Retrato de Camões (1581) - Autor Desconhecido
Ficheiro:Malhoa - camões.jpg
Camões em pintura de José Malhoa

Ficheiro:Os Lusíadas.jpg
Capa da edição de 1572 dos Lusíadas


Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades
por Luís Vaz de Camões 


Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía

poesia livre de António Garrochinho ~ QUEREMOS O ALGARVE E NÃO O ALLGARVE


Neste Algarve de Portugal
vivendo eu no barrocal
mas perto das douradas praias
muito está por fazer
o interior algarvio
anda a bradar ò tio, ò tio
e só de espumas cambraias
não pode sobreviver

no campo a agricultura
que a muitos assegura
o pão de famílias à mesa
não há políticas concretas
cada vez menos agricultores
porque na UE os doutores
traçaram negativas metas

no mar passa-se igual
desde as políticas do c´Anibal
que destruiu a frota pesqueira
somos ricos em peixe, marisco
mas está riscado o disco
e continua a bandalheira

frutos secos, amêndoa, alfarrôba
que noutro tempo havia em sobra
está tudo a desaparecer
ganham sempre os intermediários
pois não podem pagar salários
os que os querem colher

o turismo pode não durar
pois há sempre outro lugar
que os visitantes descubram
e então o algarvio
bradará ò tio ò tio
sem que o ajudem e acudam

SIC BILDERBERG | A ESTRONDOSA QUEDA DA MÁSCARA DE JOSÉ GOMES FERREIRA - vídeo




A novidade que já não era. Assim se pode considerar o desmascarar de José Gomes Ferreira, jornalista-entrevistador da SIC, populista desmesurado com laivos de um neoliberalismo doentio e comprovadamente prejudicial, bem ao estilo das políticas de debulho dos portugueses(as) levadas até à exaustão pelo governo de Passos Coelho e de Paulo Portas, assim como da atual dirigente do CDS, Assunção Cristas, então também ministra.

Do Jornal Tornado foi retirado o presente vídeo. Era suposto Ferreira entrevistar António Costa, primeiro-ministro, mas a “sessão” deu para o torto, ficando transparente e visível a olho nu a estrondosa queda da máscara do suposto entrevistador (isento), José Gomes Ferreira, da SIC. Eles lá sabem a quem servem.

MM | PG

José – Saco de Pancada – Gomes Ferreira

O penoso confronto entre José Gomes Ferreira e António Costa e a reacção aos momentos mais chocantes.

As imagens que se seguem podem ferir a sensibilidade dos espectadores mais sensíveis.

Partilha com origem no Jornal Tornado, da autoria de Luís Vargas em Vimeo.

Nota em Tornado: Reproduzimos este vídeo de Luís Vargas, ao abrigo de um acordo de cooperação Geringonça / Tornado


VÍDEO




paginaglobal.blogspot.pt

Quando as velhas carcaças nos tentam impingir uma coisa, mas as contas provam outra....


Quando as velhas carcaças nos tentam impingir uma coisa, mas as contas provam outra....
Afinal o aumento do salário mínimo não afundou as contas, não aumentou o desemprego, nem fechou empresas... pois não, srª dª???
A Segurança Social "registou no ano passado um saldo orçamental de 1532 milhões de euros". É uma melhoria de 492 milhões de euros face ao ano anterior, de acordo com o relatório do Conselho das Finanças Públicas que analisa a execução orçamental da Segurança Social e da Caixa Geral de Aposentações em 2016.
O organismo liderado por Teodora Cardoso sublinha que "para este excedente orçamental contribuíram quer o Sistema Previdencial quer o Sistema de Proteção Social de Cidadania, ambos com saldos positivos significativos".
Números foram revelados pelo Conselho das Finanças Públicas esta quinta-feira.

AS LOUCURAS DE YOKO ONO


Em 2010 nós compartilhamos aqui um vídeo que mostrava uma performance chamada "Voice Piece for Soprano", da "artista" Yoko Ono. O post acabou deletado, pois o MoMA reclamava o copyright. Os críticos de arte aduladores de celebridades disseram na época que essa foi uma apresentação contemporânea revolucionária, dinâmica, blá blá blá... que convidava os presentes a gritar contra 1) o vento, 2) a parede, 3) o céu. Na verdade se tratava de uma amostra de "arte" conceitual ridícula que ressoava nos tímpanos mais sensíveis. É difícil não ser invadido por uma grande sensação de vergonha alheia ao ver este vídeo.


Não foi a primeira (nem última) vez que ela gritou e uivou desta maneira, há muito tempo à viúva de Lennon vem protagonizando estes concertos de vergonha alheia, chegando inclusive a organizar shows onde o público deve imaginar a música. Infelizmente ninguém, acho, nunca teve coragem de dizer a Yoko que ela não sabe cantar e que é tremendamente desafinada (ou ela não tem semancol). Supostamente nem mesmo o filho teve esta coragem, por participar com ela daquele que foi considerado o pior show da história da música.
www.mdig.com.br

PEIXE QUE ANDA NO FUNDO DO MAR DESCONCERTA CIENTISTAS


As imagens que vemos foram capturadas por um mergulhador em Bali, Indonésia. Durante uma imersão noturna, Emeric Benhalassa notou algo estranho. Um peixe que parecia estar caminhando através do fundo com um par de pernas. É possível uma criatura assim? Uma vez que Emeric postou o vídeo, vários meios entraram em contato com o homem. Segundo ele explicou: - "Provavelmente, o peixe veio até mim pela luz da câmera. Era estranho e bonito ao mesmo tempo, estava seguro de que a Internet ia gostar".

A Nat Geo falou com vários pesquisadores para que pudessem esclarecer a qual espécie pertence o peixe. A maioria coincidia que a estranha criatura é provavelmente um membro do gênero Minous.

Obviamente, o peixe não tem pernas. Os experientes dizem que se trata de uma parte das barbatanas peitorais que se separaram através da evolução da espécie. Para Hiroyuki Motomura, um biólogo marinho do Museu da Universidade de Kagoshima em Japão:

- "Estes peixes e sua família usam estes filamentos peitorais para pesquisar o lodo por vermes e crustáceos."

VÍDEO

No entanto, nem todos os pesquisadores estão seguros da procedência. Enquanto Jeff Williams, do Museu Smithsonian de História Natural, aposta por um Trachycephalus Minous, Leo Smith, biólogo da Universidade do Kansas, acha que não tem nada a ver com esta espécie:

- "Não acho que seja um Minous trachycephalus porque estes têm um rabo com listras alternadas escuras. Apostaria mais por um Minous pictus, pela rabo e a cor similar."

Seja como for e enquanto os especialistas tentam encontrar um denominador comum, o vídeo é uma peça fascinante que nos oferece informação única sobre este peixe "andante" que nunca tinha sido registrado antes. Como diz o próprio Emeric:

- "Uma prova a mais de que no oceano temos ainda muitas coisas por descobrir."




www.mdig.com.br

O DISCURSO DE MARCELO NEM DUROU CINCO MINUTOS !

NEM PÃO NEM BOLO !
AO MENOS ISSO ! JÁ CHEGA DE DISCURSOS IRREALISTAS A DOURAR A VIDA DOS PORTUGUESES QUE HÁ DÉCADAS SE DEBATEM COM O DESEMPREGO, A FOME, A POBREZA.

MARCELO QUE TANTO GOSTA DE FALAR TERÁ MUDADO DE ESTRATÉGIA, AGENDA SUPER LOTADA, OU AGUARDAM-LHE DURANTE O DIA DE HOJE VARIADOS ACEPIPES (de que ele tanto gosta) E O SEU DISCURSO COMEMORATIVO DO 10 DE JUNHO NEM DUROU 5 MINUTOS.

AO MENOS ISSO ! JÁ CHEGA DE RETÓRICA DA BANHA DA COBRA PINTANDO ESTE PAÍS DO ATA NEM DESATA.

António Garrochinho

ACHA QUE AS PIRANHAS SÃO FEROZES ? É PORQUE VOCÊ NÃO CONHECE O XARÉU !



Sem dúvida alguma, um dos peixes mais assustadores que existem no mundo é a piranha. Nos documentários podemos ver como devoram a sua presa em matéria de minutos. Mas definitivamente os peixes mostrados neste vídeo não tem nada a ver com a família Serrasalminae, ainda que a descrição diga que são piranhas gigantes. Os peixes mostrados ali são xaréus gigantes (Caranx ignobilis), já descritos pelo pessoal do programa "River Monsters" como o Mr. T dos mares, por devorarem golfinhos e tartarugas.

O vídeo foi gravado por pescadores que toparam com um cardume de xaréus e usaram um atum de 7 kg para alimentá-los e comprovar sua voracidade. Esses monstros podem crescer até 1,6 m e pesar cerca de 80 kg. Aparentemente, eles não gostam de carne humana, mas depois de assistir esse vídeo, duvido quem pularia na água para fazer snorkel com estes anjinhos.

VÍDEO
www.mdig.com.br

FRANÇA - EXPLOSIVOS ENCONTRADOS EM NAVIO CRUZEIRO



As autoridades francesas montaram uma operação policial no porto de Nice, em França, depois de terem sido encontrados engenhos explosivos na carga de um navio de cruzeiro. Os dispositivos, que ia ser entregue no barco 'Azamara Quest', que transporta centenas de turistas, foram encontrados ao início da tarde. A embarcação viajava de Barcelona e parou em Nice antes de seguir em direção à costa italiana. A operação policial ainda está a decorrer.




 http://www.cmjornal.pt

bom feriado !!!!


VIVA PORTUGAL !


pau mandado

MAIS UM PAU MANDADO DO IMPERIALISMO "USA" A ENCHER AS ALGIBEIRAS E A VOMITAR O DISCURSO ENCOMENDADO PELO CAPITALISMO.
António Martins da Cruz, embaixador da NATO e chefe da diplomacia quando os EUA invadiram o Iraque,

Exército hesita na promoção de general e pede parecer à PGR


O chefe do Estado-Maior do Exército, general Rovisco Duarte, conversa com o presidente da Comissão de Defesa, Marco António Costa, numa visita ao Regimento de Comandos, na Amadora
Exército diz que não há promoção em curso e EMGFA segura o general. PCP considera que ministro está "estranhamente condicionado" sobre a nomeação.

O chefe de Estado-Maior do Exército (CEME) pediu um parecer à PGR sobre o processo do oficial que esteve no centro da chamada "trapalhada dos generais". Quatro meses após o DN noticiar o caso - que envolveu alegadas falsificações de ordens de serviço no Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA) e que estão a ser alvo de investigação judicial -, o Exército diz que "não existe qualquer processo de promoção do major-general Tiago Vasconcelos".
O facto pode deixar em situação irregular este oficial general, atual Adjunto para o Planeamento e Cooperação do chefe do EMGFA, general Pina Monteiro. A passagem à reserva de Tiago Vasconcelos, que deveria ter ocorrido há um ano por atingir o limite de tempo no posto (seis anos após a promoção a major-general), está suspensa ("sustada" na terminologia militar) e isso só é possível quando está em vista uma promoção, neste caso a tenente-general.
"Se não há promoção, está ilegalmente sustado e deve passar à reserva", afirma o deputado comunista Jorge Machado. "O PCP já questionou duas vezes o ministro da Defesa sobre a chamada "trapalhada dos generais" e não obteve resposta. Este novo elemento vem adensar um caso que não dignifica as Forças Armadas e que merecia outra resposta do ministro, que nos parece estar estranhamente condicionado", afirmou. Jorge Machado sublinhou que "todo o processo parece de legalidade duvidosa e este novo facto ainda agrava mais as dúvidas que temos do ponto de vista jurídico".
A dita "trapalhada" aconteceu em janeiro. Tiago Vasconcelos era 2.º comandante no quartel-general da NATO em Valência e tinha sido indicado pelo Exército para assumir o lugar no EMGFA, o que implicou adiar segunda vez a sua passagem à reserva. A sua promoção foi noticiada pelo DN e sustentada pelo próprio EMGFA ao justificar que a passagem à reserva "sustada" estava enquadrada na figura jurídica do Estatuto dos Militares das FA (EMFAR) que possibilita que o militar não passe à reserva se houver uma vaga em data anterior e de cujo preenchimento possa resultar a sua promoção ao posto seguinte.
Segundo o EMGFA, desde 1 de janeiro que existia "inequivocamente uma vacatura" no posto de tenente-general, segundo o decreto--lei que fixou os efetivos das FA para 2017. Mas o diploma, diz o EMGFA, diz que a vaga é para fora das FA, ou seja, para a GNR. E que ficou em cinco o número de tenentes-generais no Exército, precisamente o desses oficiais no ativo. Como todos ocupavam cargos, o Exército indicou Tiago Vasconcelos a 13 de janeiro.
Tiago Vasconcelos deveria assumir as novas funções em final de janeiro, mas o major-general Rui Moura, comandante operacional da GNR em conflito com a tutela e com o comandante-geral, pediu antecipadamente (19 de janeiro) a transição para a reserva. Como era mais novo, a decisão implicaria que Vasconcelos fosse de imediato arrastado para a reserva.
O EMGFA já contava com Tiago Vasconcelos, que ainda não tinha sido nomeado oficialmente, e improvisou uma solução: exonerou retroativamente o general Adjunto do Planeamento (Sílvio Sampaio, da Força Aérea) para criar artificialmente a vaga antes de Rui Moura sair. Alterou duas vezes a ordem de serviço de dia 20 assinada por Sampaio, primeiro para 18 e depois 17 para tudo bater certo. As correções deixaram pegadas digitais e a suspeita de falsificação acabou no Ministério Público para ser investigada. O EMGFA chamou ao expediente "atos meramente administrativos e claramente inconsequentes". O PCP não pensa assim e lembrou, no requerimento a Azeredo Lopes, "o processo de governamentalização da promoção de oficiais generais a que se tem assistido nos últimos anos" e a consequente "preterição de majores-generais com folhas de serviço muito qualificadas". Tiago Vasconcelos assumiu o cargo e Pina Monteiro delegou-lhe competências em março. O porta--voz do EMGFA remete para o Exército a responsabilidade da promoção e mantém o teor do comunicado de janeiro onde justificava o adiamento da passagem à reserva com vista à promoção.
O gabinete do CEME não quis prestar esclarecimentos. Foi em resposta à Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos (CADA), cuja intervenção fora solicitada pelo DN, que revela que "até à presente data não existe qualquer processo de promoção do major-general Tiago Vasconcelos ao posto de tenente-general, incluindo quaisquer pareceres jurídicos para analisar a promoção desse mesmo oficial general". O DN pediu o acesso a esses pareceres jurídicos, que segundo fontes militares teriam sido solicitados a juristas do Exército e não foi confirmado na resposta à CADA.
Confrontado pelo DN com as implicações da ausência de promoção após quatro meses, o Ministério da Defesa disse que o CEME requererá autorização para recorrer à PGR: "O ministro da Defesa autorizou a solicitação ao Conselho Consultivo da PGR de parecer sobre a interpretação de normas do EMFAR relativas à transição para a situação de reserva. O pedido foi remetido ao MP a 29 de maio e expõe todas as questões que podem suscitar dúvidas na interpretação das normas aplicáveis nestas situações".
A única intervenção pública de Azeredo Lopes sobre a matéria foi na Comissão de Defesa, em resposta ao PCP. "Não faço avaliações no plano ético. As avaliações no plano ético são feitas por cada um no plano da cidadania, mas não com certeza na titularidade de um cargo político. Era o que faltava que me erigisse em avaliador ético de quem colabora comigo, e mal estaríamos se assim fosse. As explicações fornecidas pelo EMGFA são satisfatórias naquilo que contende com as minhas atribuições e competências."

www.dn.pt