NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

CULATRA ADERE AO PROJETO «A PESCA POR UM MAR SEM LIXO»



O porto de pesca da Culatra será o primeiro porto algarvio a aderir ao projeto «A pesca por um mar sem lixo», na terça-feira, a 29 de agosto.
Mas antes, e já no próximo domingo, 6 de agosto, os pescadores desta comunidade irão colocar nas suas embarcações a bandeira que os identificará como aderentes a esta iniciativa da Docapesca, durante a tradicional procissão em Honra de Nossa Senhora dos Navegantes, que contará com a presença da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.
Segundo Sílvia Padinha, presidente da Associação de Moradores da Ilha da Culatra, em declarações ao «barlavento» quase todas as embarcações de pequena pesca irão aderir, tal como as três embarcações de pesca costeira desde porto. No domingo, muitos terão já os «kits» a bordo.
O projeto «A pesca por um mar sem lixo» foi lançado em novembro de 2015 no Porto de Pesca de Peniche, envolvendo 90 embarcações.
Enquadrado nos objetivos e ações estratégicas definidos na Estratégia Nacional para o Mar 2013-2020 e no cumprimento da Diretiva Quadro Estratégia Marinha (Diretiva 2008/56/CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 17 de Junho de 2008), tem como foco uma das principais ameaças à preservação dos recursos e ecossistemas marinhos – o lixo marinho.
Baseado no papel fundamental que o setor da pesca tem na resolução deste problema ambiental, económico e social, que afeta a sustentabilidade da sua atividade, este projeto vem atuar a dois níveis: na prevenção da entrada de lixo no meio marinho e na remoção do lixo marinho dos Oceanos.
A colaboração entre pescadores, respetivas embarcações e portos de pesca é também importante para uma maior sensibilização ao nível das comunidades costeiras e piscatórias e promoção da co-responsabilização de todos aqueles que estão envolvidos direta ou indiretamente neste problema.
«A pesca por um mar sem lixo» em como principais objetivos melhorar a gestão de resíduos a bordo das embarcações de pesca e nos portos de pesca e sensibilizar os pescadores para a importância da adoção ou manutenção de boas práticas ambientais. Ao promover a recolha seletiva dos resíduos gerados a bordo e capturados nas artes de pesca e disponibilizando as infraestruturas adequadas para a sua receção em terra, este projeto vem unir pescadores e portos na melhoria das condições ambientais da zona costeira portuguesa e na preservação dos ecossistemas marinhos.
Antes da Culatra, será a vez do Porto de Aveiro aderir, a 17 de agosto.


barlavento.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário