AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 25 de maio de 2017

TENHAM DÓ DO VELHINHO DE SAÚDE FRÁGIL !


ELES OS LOBISOMENS, VÃO RECORRER, VÃO "EMPATAR" AS DECISÕES DOS TRIBUNAIS, VÃO SER "CONDENADOS" A PENAS SUSPENSAS ENQUANTO AS VÍTIMAS AGONIZAM.

ROUBOU, ELE, E OS SEUS COMPARSAS, MILHÕES, MILHÕES, DINHEIRO QUE FOI EXTORQUIDO DOS BOLSOS DE QUEM TRABALHA, DINHEIRO QUE FAZ FALTA NOS CENTROS DE SAÚDE, NAS ESCOLAS, DINHEIRO QUE FAZ FALTA PARA PAGAR SALÁRIOS DIGNOS A QUEM PRODUZ E A QUEM TEM A CARA LAVADA, SEM MEDO DE SER JULGADO JÁ QUE NÃO ROUBA O PÃO A NINGUÉM.

O JULGAMENTO QUE DUROU ANOS E ANOS E FOI ESTRATEGICAMENTE ELABORADO PARA FALSEAR A CULPA PARA PERDOAR COM A "DESCULPA" DE RAZÕES HUMANITÁRIAS, OS MONSTROS.

SERÁ QUE ELES SÃO HUMANOS ? 
SERÁ QUE SE PREOCUPAM COM QUEM NÃO COME, COM QUEM VIVE NO EXTREMO DA POBREZA ?

AÍ ESTÁ A "JUSTIÇA" DOS OMNIPOTENTES JUÍZES, SOCIEDADES PODEROSAS DE ADVOGADOS, SIM ! ESSA CLASSE DE INTOCÁVEIS AO SERVIÇO DOS VAMPIROS E ALGOZES QUE SOBREVIVEM METENDO NA PRISÃO E EXTORQUINDO O DINHEIRO À RAIA MIÚDA E IGNORANTE, AOS QUE NÃO TEM VOZ, AOS QUE NÃO PODEM PAGAR FORTUNAS, PARA QUE ELES POSSAM BRANQUEAR OS CRIMES, OS DO DINHEIRO, OS HEDIONDOS TRAMAS DO MUNDO FASCISTA E TAMBÉM OS DE SANGUE QUE O CAPITALISMO SEMEIA POR ONDE PASSA E IMPERA.

TENHAM DÓ DO DOENTINHO ! 
SEJAMOS TOLERANTES, DEIXAI QUE A JUSTIÇA TOME NAS SUAS MÃOS AS "MEDIDAS" DO ESTADO DE DIREITO, O DAS LIBERDADES, O JUSTICEIRO QUE SE LAMBUZA COM O ESFORÇO DE VIDAS INTEIRAS DEDICADAS A CRIAR A RIQUEZA DE QUE SÓ MEIA DÚZIA DE ESCROQUES USUFRUEM.
ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA !
António Garrochinho

quarta-feira, 24 de maio de 2017

LARGO DAS MOURAS VELHAS - FARO


FARO
O QUE É ISTO !?
ESTE É O "RENOVADO" LARGO DAS MOURAS VELHAS QUE VAI SER INAUGURADO AMANHÃ.
REALMENTE NO TEMPO DAS MOURAS HAVIA MAIS IMAGINAÇÃO.
AG

POEMA TEMPERAMENTAL - JOAQUIM PESSOA


POEMA TEMPERAMENTAL
Ó caralho! Ó caralho!
Quem abateu estas aves?
Quem é que sabe? quem é
que inventou a pasmaceira?
Que puta de bebedeira
é esta que em nós se vem
já desde o ventre da mãe
e que tem a nossa idade?
Ó caralho! Ó caralho!
Isto de a gente sorrir
com os dentes cariados
esta coisa de gritar
sem ter nada na goela
faz-nos abrir a janela.
Faz doer a solidão.
Faz das tripas coração.
Ó caralho! Ó caralho!
Porque não vem o diabo
dizer que somos um povo
de heróicos analfabetos?
Na cama fazemos netos
porque os filhos não são nossos
são produtos do acaso
desde o sangue até aos ossos.
Ó caralho! Ó caralho!
Um homem mede-se aos palmos
se não há outra medida
e põe-se o dedo na ferida
se o dedo lá for preciso.
Não temos que ter juízo
o que é urgente é ser louco
quer se seja muito ou pouco.
Ó caralho! Ó caralho!
Porque é que os poemas dizem
o que os poetas não querem?
Porque é que as palavras ferem
como facas aguçadas
cravadas por toda a parte?
Porque é que se diz que a arte
é para certas camadas?
Ó caralho! Ó caralho!
Estes fatos por medida
que vestimos ao domingo
tiram-nos dias de vida
fazem guardar-nos segredos
e tornam-nos tão cruéis
que para comprar anéis
vendemos os próprios dedos.
Ó caralho! Ó caralho!
Falta mudar tanta coisa.
Falta mudar isto tudo!
Ser-se cego surdo e mudo
entre gente sem cabeça
não é desgraça completa.
É como ser-se poeta
sem que a poesia aconteça.
Ó caralho! Ó caralho!
Nunca ninguém diz o nome
do silêncio que nos mata
e andamos mortos de fome
(mesmo os que trazem gravata)
com um nó junto à garganta.
O mal é que a gente canta
quando nos põem a pata.
Ó caralho! Ó caralho!
O melhor era fingir
que não é nada connosco.
O melhor era dizer
que nunca mais há remédio
para a sífilis. Para o tédio.
Para o ócio e a pobreza.
Era melhor. Com certeza.
Ó caralho! Ó caralho!
Tudo são contas antigas.
Tudo são palavras velhas.
Faz-se um telhado sem telhas
para que chova lá dentro
e afogam-se os moribundos
dentro do guarda-vestidos
entre vaias e gemidos.
Ó caralho! Ó caralho!
Há gente que não faz nada
nem sequer coçar as pernas.
Há gente que não se importa
de viver feita aos bocados
com uma alma tão morta
que os mortos berram à porta
dos vivos que estão calados.
Ó caralho! Ó caralho!
Já é tempo de aprender
quanto custa a vida inteira
a comer e a beber
e a viver dessa maneira.
Já é tempo de dizer
que a fome tem outro nome.
Que viver já é ter fome.
Ó caralho! Ó caralho!
Ó caralho!
JOAQUIM PESSOA

ONDE OS PATOS CAMINHAM POR CIMA DOS PEIXES

O reservatório de Pymatuning no condado de Crawford, no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, foi uma vez um pântano muito grande. O Rio Shenango fluía através deste antigo pântano e fornecia sustento às indústrias localizadas a jusante nos vales de Beaver e Shenango. Mas quando uma inundação devastadora atingiu o vale em 1913, a necessidade de domar o rio foi considerada de forma premente.

01
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 01
Via: Pinterest
Em 1934, uma represa e um reservatório foram construídos para conservar as águas que entram no pântano e para regular o fluxo da água nos rios Shenango e Beaver. Uma bacia de vertedouro de concreto também foi construída para permitir a regulação independente do reservatório superior. O fluxo de água sobre o reservatório traz um fornecimento constante de alimentos naturais na área, incluindo material vegetal, larvas de insetos, lagostins e outros invertebrados, atraindo um grande número de peixes para esta estrutura. Assim que este fenômeno foi descoberto, o vertedouro de Linesville tornou-se uma atração turística improvisada.

Milhares de carpas enormes se reúnem na borda do vertedouro contorcendo-se, com a boca aberta esperando para comer os pães que os turistas jogam na água. A frenética cena de alimentação foi descrita por alguns como "feia" e "temível". Porque, segundo dizem "Se você atirar uma criança ali, eles a comeriam".

Às vezes a quantidade de peixes é tão grande que os patos selvagens, competindo por um pedaço de comida, podem facilmente saltar e andar sobre as costas dos peixes para arrebatar uma fatia de pão. Esta cena fantástica tornou-se a base para a maior parte da indústria turística local.

O lema de Linesville, como visto nos sinais da entrada da cidade, é "Onde os patos caminham sobre os peixes." O departamento local de bombeiros voluntários e as autoridades de esgoto regional usam logotipos de um pato de pé na parte de trás de um peixe.

O ritual do pão está preocupando os ambientalistas porque o pão e outros itens alimentícios, como rosquinhas, bagels, pipoca e bolo que as pessoas jogam no vertedouro não são saudáveis ​​para os peixes. Em 2008, os oficiais quiseram banir a prática de jogar pão às carpas. No entanto, dado o valor cultural, histórico e turístico do vertedouro, a proibição não foi aplicada.

Hoje, o vertedouro de Linesville se orgulha de ser a segunda atração turística mais popular da Pensilvânia, depois do sinal da liberdade, trazendo mais de 500.000 visitantes todos os anos.
02
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 02
Via: Frankmiklos
03
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 03
Via: David Kanzeg
04
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 04
Via: David Fulmer
05
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 05
Via: David Fulmer
06
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 06
Via: Julie Tedjeske
07
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 07
Via: Leon Reed
08
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 08
Via: Nick Prising
09
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 09
Via: David Fulmer
10
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 10
Via: Among the stately tree
11
O vertedouro de Linesville: onde os patos caminham sobre peixes 11
Via: PaBook
12

13
www.mdig.com.br

Beba com moderação, com charme, com elegância, sempre pela taça !

video

SENTIMENTOS, EMOÇÕES


Talvez das emoções eu seja um misto de todas elas não favorecendo, não minimizando nenhuma em especial.
Preciso de sentir tudo para poder conhecer a vida, as que doem e as que adoçam, e as conhecendo em mim saberei entender e ser solidário com outros embora se saiba que cada um de nós tem um temperamento próprio.
Os sentimentos, as emoções, tristezas e alegrias, são os pilares da nossa dignidade e carácter. Podemos escondê-los se esse for o nosso feitio mas elas existem e moldam a nossa vida e também a de outros, os amigos e os adversários.
António Garrochinho

AMIGOS